Quem sou eu

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
Apaixonado por literatura!

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

O CÃO E O MENINO

Na calma manhã de outono,
à brisa morna que passa,
vai um cachorro sem dono
vagando, solto, na praça.

Com seu rabinho inquieto,
às vezes, para e se estica,
ergue as orelhas e, ereto,
não sabe se vai... se fica...

Num gesto bem displicente,
um travesso menininho
oferta ao cão, de repente,
um cafuné no focinho.

O cão, com grande alegria,
lambendo a mão da criança,
late, pula e rodopia,
numa imitação de dança.

E os dois, em paz com o destino,
brincam na manhã de outono;
um, sem pensar que é menino
e o outro, que é cão sem dono!

2 comentários:

  1. Oi, eu gosto de ler teus textos, e agora descobri teu Blog. Fico deleitada com a perfeição, com a inspiração e com a inteligência dos mesmos... Parabéns!!! Um grande abraço poético. Ju

    ResponderExcluir
  2. Simplesmente lindo!!!
    Parabéns
    Din

    ResponderExcluir