Quem sou eu

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
Apaixonado por literatura!

sábado, 8 de janeiro de 2011

QUANDO ME AMARES

Quando me amares,
Faça-o devagar;
Com gestos e olhares
De quem sabe amar...

Não me ames nunca
Só pela metade;
Amor dividido
Cheira a falsidade!

Não me ames nunca
Como quem tem pressa;
O amor verdadeiro
Sempre recomeça!

Não me ames nunca
Perguntando a hora;
O amor verdadeiro
Nunca vai embora!

Não me ames nunca
Com a cabeça ausente;
O amor verdadeiro
Sempre está presente!

Não me ames nunca
Só por caridade;
O amor verdadeiro
É sinceridade!

Não me ames nunca
Pela causa errada;
O amor verdadeiro
Não exige nada!

Quando me amares,
Faça-o devagar;
Com gestos e olhares
De quem sabe amar!

3 comentários:

  1. Bom ano e parabéns pelo trabalho. Abraços

    ResponderExcluir
  2. Belo poema, explica direitinho quando for fazer amor, gostei bastante e de fácil entendimento sem perder o requinte de um poema de amor.

    ResponderExcluir
  3. ROBERTO SEUS VERSOS SÃO SIMPLESMENTE LINDO.AGRADEÇO POR PARTILHAR COM OS AMIGOS.ABÇS

    ResponderExcluir